Quem foi Líbero Luxardo?

Líbero Luxardo, natural de São Paulo mas radicado no Pará na década de 1940, foi jornalista, político, intelectual e cineasta de grande expressão na cultura regional, autor dos romances Marajó e Um dia qualquer. Foi, também, um renovador da cinematografia nacional com o curta metragem Aruanã e os longas, Um Dia QualquerMarajó, Barreira do Mar e Três Balas e um Diamente – sobre o garimpo paraense – dos quais participaram apenas atores locais, e com os quais deu origem à indústria cinematográfica local.

Líbero Luxardo foi o primeiro cineasta a filmar longas com técnicos e atores paraenses, privilegiando temas amazônicos em seus roteiros. As trilhas sonoras de seus filmes também exaltavam a música do Pará, destacando artistas como o maestro Waldemar Henrique e o compositor Paulo André Barata.

Amante do Estado do Pará e da sétima arte, Líbero Luxardo é, até hoje, referência para as novas gerações de cineastas de toda a região.

Líbero Luxardo faleceu no dia 02 de novembro de 1980 vítima de câncer de próstata.

Fonte: historiadocinemabrasileiro.com.br

Anúncios
    • Anônimo
    • 10 de fevereiro de 2012

    Seria interessante fazer uma semana com os filmes produzidos por Líbero Luxardo.

  1. No trackbacks yet.

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: